Transporte

Descubra quais as 10 melhores estradas do Brasil

4
(8)

O principal modal de transporte nacional é o rodoviário. Por essa razão, os investimentos em infraestrutura são essenciais para garantir a qualidade e a conservação das vias. Não por acaso, as melhores estradas do Brasil se concentram no estado de São Paulo e são operadas pela iniciativa privada. 

Sem tempo para ler o conteúdo? Então ouça o player abaixo:

As concessionárias que fazem a gestão das rodovias precisam atender a uma série de normas determinadas pelos órgãos públicos de fiscalização. Um exemplo disso é o estabelecimento de prazos rigorosos para correção de irregularidades nas pistas. Para ilustrar, um buraco precisa ser coberto em 24 horas — caso contrário, a empresa responsável corre o risco de ser penalizada. 

Os investimentos para conservação das rodovias visam, principalmente, garantir a segurança dos motoristas e das cargas que por elas trafegam. Quer saber quais são as melhores estradas do Brasil e descobrir qual o impacto das boas condições viárias na sua operação logística? Então, continue com a leitura de nosso post!

Confira a situação das rodovias brasileiras

De acordo com dados da última pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) sobre o setor, relativos a 2019, a qualidade das rodovias piorou em relação ao ano anterior. Conforme a entidade, 59% dos trechos rodoviários analisados, em todo o país, apresentam problemas. 

O estudo avaliou mais de 108 mil quilômetros de estradas em todas as regiões brasileiras e detectou que a quantidade de pontos críticos aumentou 75,6%, incluindo:

  • quedas de barreira; 
  • quedas de pontes;
  • erosão na pista;
  • buracos. 

Além de riscos à segurança dos condutores e ao transporte de cargas, esses problemas aumentam o custo operacional das empresas, pois causam maior desgaste aos veículos e elevam o consumo de combustíveis e de lubrificantes. 

O levantamento também apontou que as rodovias operadas sob concessão privada apresentam condições de conservação elevadas. No ranking elaborado pela CNT, as dez melhores estradas do país passam pelo estado de São Paulo e são concessionadas

Confira as principais curiosidades sobre as rotas de São Paulo. Clique no banner e baixe o infográfico!

Saiba quais são as 10 melhores estradas do Brasil

Uma das principais razões para o desempenho superior das rodovias paulistas, que estão entre as melhores rotas de fretes do estado, é o Programa de Concessões Rodoviárias de São Paulo, criado em 1988.

Ele define uma série de regras de conservação, além da fiscalização feita pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP). Segundo dados da agência reguladora, em 2019, foram investidos R$ 6,6 bilhões em obras de manutenção, com recapeamento de pistas, faixas adicionais, duplicações, passarelas, pontes e viadutos.

Confira quais são as rotas de São Paulo consideradas “ótimas” pelo levantamento da CNT!

1. D. Pedro I

A SP-065 (rodovia D. Pedro I) liga o Vale do Paraíba à região metropolitana de Campinas, em um trajeto de 145 km. Ela cruza várias outras estradas importantes no estado, como a Dutra, a Carvalho Pinto, a Anhanguera e a Fernão Dias, além da Governador Doutor Adhemar Pereira de Barros (SP-340), que vai até Mogi Mirim.

A ligação SP-065 e SP-040, administrada pelas concessionárias Rota das Bandeiras e Renovias, foi classificada como a melhor do país.

2. Bandeirantes

Em segundo lugar está a rodovia dos Bandeirantes (SP-348), juntamente da Washington Luís (SP-310), que fazem a ligação dos municípios de São Paulo e Limeira. 

Gerida pela concessionária CCR Autoban, a Bandeirantes tem grande importância comercial, pois liga o Aeroporto de Viracopos (Campinas) ao Porto de Santos, por meio do Rodoanel Mário Covas. 

Além de fornecer informações aos motoristas em tempo real, a CCR Autoban atualmente oferece aos caminhoneiros uma consulta online gratuita, como uma das medidas de combate e prevenção à Covid-19. A concessionária também está disponibilizando kits com sabonete e álcool 70% aos motoristas profissionais que passam por alguns de seus postos de pedágio. 

3. Sistema Ayrton Senna da Silva/Carvalho Pinto

Gerido pela Ecopistas, o corredor formado pelas rodovias Ayrton Senna da Silva e Carvalho Pinto (SP-070) ocupa a terceira posição no ranking da CNT. O trecho liga as cidades de São Paulo e Taubaté

4. Comandante João Ribeiro de Barros

Avaliada em quarto lugar, a Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225) é administrada pela Centrovias e liga as cidades de Bauru e Jaú. No trecho de Jaú a Itapira, a rodovia passa a se chamar Engenheiro Paulo Nilo Romano.

5. Castello Branco

Também gerida pela CCR, a Rodovia Presidente Castello Branco (SP-280) está em quinto lugar entre as melhores estradas do Brasil. Ela é a principal ligação da capital paulista com a região Centro-Oeste do estado. Juntamente à Raposo Tavares, integra a CCR Viaoeste, sendo também cortada pelo Rodoanel Mário Covas.

6. Wilson Finardi

A Rodovia Wilson Finardi (SP-191), administrada pela Intervias, é o principal eixo rodoviário entre Rio Claro e Araras, além de ser uma importante ligação entre as vias Anhanguera e Washington Luís. Em 2019, um trecho da rodovia, que conta com extensão total de 46,9 km, foi duplicado.

7. Engenheiro João Tosello

A SP-147, que liga as cidades de Piracicaba e Mogi Mirim, é gerida pela Intervias e também teve trechos duplicados em 2019, entre os municípios de Engenheiro Coelho e Limeira. Com a capacidade ampliada, os investimentos e o comércio regional foram impulsionados. 

8. Anhanguera

Gerida pela CCR Autoban, a rodovia Anhanguera (SP-330) conecta a capital paulista ao Norte do estado, uma de suas principais áreas agrícolas e industriais. Juntamente à Rodovia Bandeirantes, a via integra um dos principais corredores financeiros do país, ligando cidades importantes, como Jundiaí, Campinas e Ribeirão Preto. 

9. Brigadeiro Faria Lima

Em nono lugar na pesquisa da CNT, está o trecho da Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), que liga Barretos a Bueno de Andrade. Administrada pelas concessionárias Triângulo do Sol e Tebe, a estrada cruza com a Rodovia Marechal Rondon (BR-364) na cidade de Limeira. 

10. Presidente Dutra

A BR-116 se inicia em Fortaleza, no Ceará, e termina em Jaguarão, no Rio Grande do Sul, quase na fronteira com o Uruguai. No entanto, o trecho avaliado como “ótimo” pela CNT, que ocupa a décima colocação, fica entre as capitais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Embora seja uma rodovia federal, essa ligação é gerida pela CCR Nova Dutra. 

Entenda a importância da gestão feita pelas concessionárias

Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor rodoviário nacional, as dez melhores estradas são geridas pela iniciativa privada. Os investimentos feitos pelas concessionárias são provenientes dos lucros de pedágios, e todas as obras de manutenção são fiscalizadas pelo poder público

Para o setor logístico, as melhores estradas do Brasil são essenciais, pois garantem fluidez no escoamento de mercadorias, segurança no transporte, agilidade nas entregas e redução de custos. Segundo dados do estudo da CNT, rodovias com baixa conservação levam ao aumento de 91,5% de despesas operacionais do transporte.

Então, ao contratar uma transportadora, observe sua localização e as principais vias utilizadas para o transporte das mercadorias, pois isso traz grandes impactos à competitividade.

Descubra o que levar em conta na hora de escolher uma transportadora para o seu negócio, clicando no banner abaixo:

Gostou do conteúdo? Continue a visita a nossa página para conhecer uma das inovações que prometem revolucionar o mercado e reduzir problemas em trajetos especialmente complexos: a entrega por drones!

Este artigo foi útil para você? Deixe sua nota abaixo!

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Categorias: Transporte

Cadastre-se para receber as novidades

Enviaremos apenas informações relevantes